O consumidor está mais otimista este ano. O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), divulgado hoje (27) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), acumula no ano um aumento de 2,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Segundo o relatório, o resultado se deve ao baixo desempenho registrado no segundo trimestre de 2001  quando o índice apresentou seu pior desempenho desde 1999, principalmente por causa do racionamento de energia.

O Inec apresentou melhora de 0,8% em relação ao primeiro trimestre deste ano e 6,6% em relação ao segundo trimestre de 2001. O aumento foi generalizado. Entre os indicadores que compõem o Inec, apenas satisfação com a vida mostrou um ligeiro recuo. Todos os demais mostraram melhora em relação aos resultados obtidos há um ano, com destaque para a perspectiva de desempenho da economia.