O chefe do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (EFSF, na sigla em inglês), Klaus Regling, acredita que a zona do euro vai superar sua atual crise de dívida até 2014. “Pode-se esperar que a crise esteja encerrada dentro de dois a três anos”, disse ele à revista alemã Spiegel de hoje. “Os fundamentos estão melhorando em todos os países da zona do euro.”

Todos os países começaram a colocar suas finanças em ordem e alguns dos mais afetados pela crise, como a Irlanda, já deram início à sua reorganização, completou ele. O EFSF foi montado no ano passado para ajudar países afetados pela dívida. Sua função deverá ser ampliada em breve, em linha com medidas acordadas por líderes da zona do euro no mês passado.

O chefe do EFSF acredita que a situação financeira da zona do euro está melhor do que a dos Estados Unidos. “O déficit dos EUA, por exemplo, é três vezes maior do que o da zona do euro”, disse ele. As informações são da Dow Jones.