Depois de um minucioso estudo, a Companhia de Desenvolvimento de Curitiba (Curitiba S.A), empresa mista que tem como principal acionista a Prefeitura de Curitiba, foi reestruturada. A reformulação foi apresentada pelo presidente da companhia, Juraci Barbosa Sobrinho, na assembléia extraordinária de acionistas, na última quarta-feira.

Com a reestruturação, a Curitiba S.A. passa a ter uma diretoria de Desenvolvimento Econômico, cuja missão é a captação de recursos que possam ser utilizados em projetos  voltados para a capital e municípios vizinhos. ?Essa nova diretoria vai trabalhar para que a companhia possa desenvolver suas atividades com autonomia financeira?, explicou Juraci.

O responsável pela nova diretoria, Eduardo Marques Dias, pretende incrementar acordos de cooperação com entidades ligadas à área de fomento. Além da captação de recursos, a nova diretoria trabalhará na execução de projetos, buscando novos negócios e áreas de atuação.

A companhia aguarda ainda a criação do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico, destinado a atender aos programas e ações que busquem ao desenvolvimento econômico da cidade. A aprovação do fundo depende de ajustes técnicos em seu projeto.

No processo de mudança, a Curitiba S.A. extinguiu a diretoria de turismo, que fazia parte de sua estrutura anterior. A companhia deixa de atender essa área, porque na administração do prefeito Beto Richa, Curitiba ganhou a Secretaria Extraordinária de Turismo, que trabalha exclusivamente para o desenvolvimento do setor.

Na mesma reunião para apresentação da nova estrutura, tomaram posse oficialmente dois outros diretores: Mário Sérgio Rasera, responsável pela área administrativa e financeira, e Aristides Girardi, na diretoria técnica de operações. Eles já vinham atuando nas funções desde o começo de abril, após a recomposição de equipe feita pelo prefeito Beto Richa.