O déficit comercial dos Estados Unidos cresceu em agosto, inflado pela elevação do déficit comercial com a China, seu maior parceiro comercial. Segundo dados divulgados hoje pelo Departamento do Comércio do país, o déficit comercial total norte-americano subiu 8,8% em agosto, para US$ 46,35 bilhões, ante os US$ 42,58 bilhões registrados em julho.

De acordo com o Departamento do Comércio, o dado de julho foi revisado dos US$ 42,78 bilhões informados anteriormente. Economistas esperavam um déficit comercial de US$ 43,4 bilhões em agosto. O déficit real (descontada a inflação), utilizado pelos economistas para medir o impacto do comércio no Produto Interno Bruto (PIB), subiu para US$ 51,17 bilhões em agosto, ante US$ 47,31 bilhões em julho.

As importações subiram 2,1% em agosto, para US$ 200,22 bilhões, de US$ 196,12 bilhões em julho. Já as exportações avançaram para US$ 153,87 bilhões em agosto, ante US$ 153,53 bilhões em julho. As informações são da Dow Jones.