O aumento da taxa básica de juros (Selic) e a perspectiva de redução do crescimento da economia já afetam a demanda das empresas por crédito, segundo a consultoria Serasa Experian. De acordo com a Serasa, de janeiro a maio deste ano, a quantidade de empresas que buscaram crédito cresceu 1,1% ante o mesmo período do ano passado. Nos primeiros cinco meses de 2010, essa demanda havia crescido 10,8% na comparação com igual período de 2009.

Esses dados constam do relatório do Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito, divulgado nesta quinta-feira (16). No documento, a consultoria aponta os efeitos do cenário macroeconômico na procura por empréstimos e outras operações de crédito pelas empresas.

“A menor velocidade de crescimento da demanda das empresas por crédito em 2011 é reflexo das sucessivas elevações da taxa básica de juros, resultando no encarecimento do custo do crédito, e das perspectivas de desaceleração do ritmo de crescimento econômico”, informa a Serasa no relatório.

Segundo a consultoria, as médias empresas são as mais afetadas pela situação econômica. A demanda por crédito entre as companhias desse porte caiu 1,1% de janeiro a maio deste ano. No caso das pequenas, houve aumento de 1,2% e das grandes, de 1,5%.

Entre os ramos de atividade, as empresas do setor de serviços também foram as únicas que reduziram a procura por empréstimos, uma queda de 0,5% no ano. Indústria e serviços continuam demandando mais crédito, porém o crescimento da procura é mais lento.

Na comparação entre a demanda por crédito de abril para maio deste ano, porém, o indicador da Serasa aponta um crescimento significativo. De acordo com ele, a busca cresceu 10,4%. Já de maio de 2010 para maio de 2011, o crescimento foi de 6,2%.

Esses dois aumentos, de acordo com a Serasa, foram causados pela maior quantidade de dias úteis em maio de 2011 na comparação com abril do mesmo ano e também com maio do ano passado.

O Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito é elaborado com base no número de consultas sobre a situação cadastral de empresas feitas no banco de dados da consultoria.