A geóloga Vidyã de Almeida, de São Paulo, se formou em Geologia em 2005. Logo que saiu da faculdade já conseguiu um bom emprego. Ela prestou concurso para trabalhar no Serviço Geológico do Brasil e hoje tem estabilidade e um bom salário.

Salvo desistam da carreira, certamente futuro semelhante ao de Vidyã terão os cerca de 30 estudantes de Geologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) que se formarão este ano.

Isto ocorre porque a demanda por geólogos cresceu muito nos últimos cinco anos – principalmente em função das áreas petrolífera e de meio ambiente -, e o número de escolas que formam este tipo de profissional não aumenta na mesma proporção. Desta forma, os empresários estão cada vez mais afoitos em busca de geólogos.

“Ligam para a gente perguntando se já se formaram mais profissionais”, contou a presidente do núcleo paranaense da Sociedade Brasileira de Geologia e professora da UFPR, Eleonora Vasconcellos. Aliás, a única faculdade que oferece o curso de Geologia no Paraná é a UFPR.

Segundo Eleonora, isto acontece porque o curso demanda custos, uma vez que necessita de laboratórios e de aulas para os estudantes fazerem pesquisas de campo. Para ela, a abertura de novos cursos poderia ser um caminho para a solução.

“Sabemos que a demanda vem crescendo, pois a geologia está no cotidiano das pessoas, na areia da construção civil, nas ligas de ouro e platina, entre outras coisas que estão diretamente relacionadas com o dia-a-dia”, disse.

Ernesto Sperling, do Serviço Geológico do Brasil, explica que com a valorização das comodities minerais, muitas empresas têm procurado o Brasil para se instalar. “Temos um grande potencial geológico e nosso trabalho é bastante valorizado lá fora”, observou.

E, ao que parece, muitas pessoas ainda não se deram conta do que é Geologia e de quanto um profissional ganha. Para se ter uma idéia, hoje a concorrência na UFPR chega a 12 candidatos por vaga, enquanto há alguns anos não passava de dois candidatos. O piso do geólogo é de R$ 3,6 mil, mas há empresas que pagam mais.

Se você tiver sugestões ou críticas envie um e-mail para emprego@oestadodoparana.com.br