O número de pedidos de auxílio-desemprego feitos por trabalhadores na Espanha caiu 22.138 em outubro ante igual mês do ano passado, para um total de 4,81 milhões. Essa foi a primeira queda em base anual registrada no país desde 2007, indicando que a difícil situação do desemprego está apresentando leve melhora.

Ante setembro, no entanto, houve aumento de 87,028 no número de solicitações, atribuído a oscilações sazonais no setor de turismo.

Os dados sustentam projeções do governo de que a taxa de desemprego da Espanha não deverá crescer muito mais antes de começar a cair no ano que vem. Fonte: Dow Jones Newswires.