A taxa de desemprego do Reino Unido manteve-se em 4,8% no trimestre até novembro, repetindo o resultado dos três meses até outubro e permanecendo no menor nível em mais de uma década, segundo dados publicados hoje pelo Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês). O resultado veio em linha com a previsão de analistas consultados pelo Wall Street Journal.

Apesar da estabilidade da taxa, o número de desempregados no Reino Unido caiu 52 mil no período de setembro a novembro, tocando o menor patamar desde o início de 2006.

Por outro lado, o número de pessoas que desistiram de procurar emprego registrou o maior aumento trimestral em mais de dois anos, à medida que 85 mil britânicos deixaram o mercado de trabalho.

Economistas vêm acompanhando de perto o desempenho do mercado de trabalho britânico desde que o Reino Unido votou por sua saída da União Europeia, em plebiscito realizado em junho do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.