O movimento no comércio por conta do Dia das Crianças foi o menor dos últimos quatro anos. Segundo o gestor-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Curitiba, André Luiz Pellizzaro, os dados nacionais do varejo ficaram abaixo do esperado. “O levantamento nacional aponta que tivemos um impacto de apenas 3,15%”, conta. O percentual leva em conta as vendas parceladas realizadas entre 5 e 11 de outubro.

“Como estamos trabalhando com patamares muito elevados de inflação, juros e crédito caro, os comerciantes já esperavam essa situação”, pondera Pellizzaro. Segundo o dirigente, por conta desse cenário, o consumidor está priorizando as compras à vista e de valor mais baixo.

Pellizzaro chama a atenção para as consecutivas quedas apresentadas nos últimos quatro anos. “Em 2010 o índice ficou na casa dos 8,74% e foi gradualmente reduzindo para 5,91% (2011), depois 4,80% (2012), até os atuais 3,15%”, ressalta.