Vitrines buscam atrair o consumidor.

Faltando pouco mais de dez dias para o Dia das Mães, o comércio em Curitiba já começa a se aquecer. A Associação Comercial do Paraná (ACP) prevê incremento de 6% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. “Nas últimas datas festivas, a gente tem verificado aumento substancial de 6% a 8%. E o Dia das Mães tem um apelo muito forte”, aponta o vice-presidente da área de serviços da ACP, Élcio Ribeiro. A data é a segunda em número de vendas no País, atrás apenas do Natal. O preço médio do presente deve variar entre R$ 35,00 e R$ 40,00. Os itens mais procurados continuam sendo vestuário, incluindo calçados e acessórios. CDs, livros, perfumes, aparelhos celulares e jóias também fazem parte da lista.

No Shopping Crystal, a expectativa é que o número de vendas fique acima de 12% e o fluxo de pessoas aumente em 30% em relação ao ano passado. Segundo a gerente de marketing Lylian Vargas, o que pode atrapalhar um pouco as vendas este ano é o feriado de 1.º de maio, Dia do Trabalho, no próximo sábado. “Por uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho, apenas os setores de alimentação e de lazer ficarão abertos. Isso é negativo porque muitas pessoas vêem o sábado como um bom dia para fazer compras”, afirmou.

Para compensar, as lojas dos shoppings irão ampliar o horário de atendimento no domingo (2) e ficarão abertas das 10h às 22h. Segundo Lylian, o valor médio dos presentes deve ficar entre R$ 100,00 e R$ 120,00. Entre os itens mais procurados, destaque para as jóias e as roupas. “É uma data que emociona as pessoas. E a tradição é muito forte”, diz. Para atrair clientes, o Shopping Crystal fará sorteio de um Honda Fit no dia 10. Cada R$ 50,00 em compras dá direito a um cupom.

No Shopping Curitiba, a expectativa é atrair um público 10% maior do que no Dia das Mães do ano passado, o que deve gerar um aumento de 15% nas vendas em relação ao mesmo período. Como promoção, o shopping estará presenteando seus clientes com 12 mil bolsas de náilon. Para ganhar, basta apresentar R$ 150,00 em notas fiscais de compras feitas nas lojas do shopping entre os dias 28 de abril e 8 de maio.

No Shopping Estação, a expectativa de aumento de vendas é bem maior: 25%. Segundo a gerente de marketing Leonor Rohnelt, o otimismo se deve à ampliação do número de lojas. “Este ano consolidamos a imagem do Estação como um centro de compras e ampliamos em 7 mil metros quadrados a área de lojas, por isso o aumento das vendas deve ser significativo”, explica. No Estação, as vendas já começaram, assegura Leonor. “Estamos bem animados.” Os preços dos presentes, segundo ela, devem variar entre R$ 15,00 e R$ 150,00.

Celular

As operadoras de celulares estão apostando em promoções para aumentar as vendas no Dia das Mães. A Tim está oferecendo mil minutos grátis para quem adquirir um dos planos pré e pós-pago.

Segundo o diretor comercial da Tim Sul, Maurício Roorda, a expectativa é que as vendas sejam 50% maiores em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo Roorda, o Dia das Mães é, ao lado do Natal e Dia dos Pais, uma das melhores datas em vendas. Conforme pesquisa realizada pela operadora com as mães, a preferência é por aparelhos com câmeras fotográficas.

Já a Vivo está oferecendo bônus de R$ 10,00 por dia durante dois meses para quem adquirir uma linha pré ou pós-paga, ou trocar de aparelho até 16 de maio. Segundo o diretor regional da Vivo no Paraná e Santa Catarina, André Caio, as vendas de aparelhos celulares aumentaram 50% no Dia das Mães de 2003, em relação ao ano anterior. Este ano, a meta é dobrar as vendas. Segundo ele, no Paraná a média é de 27 celulares por 100 habitantes. “É a média nacional, mas poderia ser bem maior”, diz.

Setor de perfumes está otimista

O setor de perfumes é outro que deve comemorar boas vendas. A expectativa de O Boticário, cuja fábrica está instalada em São José dos Pinhais, é aumentar em 15% as vendas neste Dia das Mães. A data é a terceira melhor em vendas, depois do Natal e do Dia dos Namorados. De acordo com a diretora comercial Andrea Mota, as vendas no ano passado aumentaram 16%, superando as expectativas. “Existe uma série de apções, como os estojos com preços especiais, produtos que desenvolvemos para a data, embalagens, além das condições de pagamento e preços”, aponta. Segundo ela, o perfume é o carro-chefe, mas cremes corporais, óleos e sabonetes também são procurados, assim como a linha de maquiagem.

Na Água de Cheiro, rede nacional de franquias de perfumaria e cosméticos, a expectativa é que as vendas de Dia das Mães sejam 12% maiores que as do ano passado. “As vendas do mês de maio costumam alcançar o dobro das vendas de um mês comum. Nossos estojos este ano estão com preços mais acessíveis e trazem deo-colônias, sabonetes, óleos e cremes corporais”, explica Célia Anrelink, gerente de produtos da Água de Cheiro.

Além disso, a empresa coloca no mercado cinco estojos comemorativos à data e uma nova colônia feminina – a Just Romance. “Temos essa visão otimista para as vendas devido ao crescimento nos pedidos dos franqueados. Eles são nosso termômetro e já aumentaram bastante os pedidos dos estojos”, afirma Anrelink.