A ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) disse hoje que o governo aceitou renegociar a dívidas de produtores rurais do Nordeste. A proposta será incluída na Medida Provisória 565, conhecida como MP da Seca, e deve beneficiar 231 mil agricultores da região.

Segundo Ideli, serão renegociadas dividas de até R$ 100 mil, com isso o governo espera atender até 99,7% dos produtores endividados. Serão negociadas todas as formas e fontes de endividamento e também haverá suspensão todos os leilões de terras de quem estiver em débito. “Com essa renegociação, suspende-se o leilão. E novo parcelamento, permite que a execução judicial seja suspensa, seja eliminada”, disse a ministra.

“Não é perdão, é renegociação”, disse a ministra após encontro com deputados da bancada do Nordeste. Ela disse que o governo espera um posição do relator da MP, senador Walter Pinheiro (PT-BA), para dar um aval final.

Durante a apresentação do texto, a ministra foi questionada por produtores sobre os parâmetros determinados pela equipe econômica. Ideli ficou irritada e disse que “não teria paciência” para discutir com os produtores caso a caso. Ao final do encontro, os produtores ainda tentaram tirar uma foto com a ministra ao lado de uma faixa pedindo perdão das dívidas, mas ela não aceitou.

Originalmente, a MP565 institui linhas de crédito para produtores rurais, empreendedores e prestadores de serviço cujas atividades foram afetadas pela pior seca dos últimos 30 anos no Nordeste e a maior enchente da história na região Norte.