O sistema de Denúncia On-line da Delegacia Regional do Trabalho do Paraná (DRT/PR) já recebeu, desde o mês de maio, 109 denúncias e dúvidas referentes ao mundo do trabalho. Mais da metade foi sobre a falta de registro em carteira de trabalho e não recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O restante envolveu questões de assédio moral, atraso de salários, problemas com o 13.º, férias e descontos indevidos na folha de pagamento do trabalhador. Já as principais dúvidas foram sobre atestado médico, carteira de trabalho (CTPS) e seguro-desemprego. Quando uma denúncia on-line é recebida, o Serviço de Atendimento e Orientação ao Trabalhador (SAT) da DRT/PR encaminha para os setores responsáveis que analisam e solucionam cada caso.

De todas as denúncias e dúvidas recebidas, mais de 50% dos trabalhadores preferem não se identificar.

Para a chefe substituta do SAT, Sandra Bettega, o serviço é uma ferramenta que beneficia o trabalhador, tendo em vista que ?facilita e identifica possíveis irregularidades trabalhistas, poupando tempo e garantindo os direitos dos trabalhadores?, destaca.

Para fazer uma denúncia, acesse o site da DRT/PR (www.mte.gov.br/delegacias/pr/pr?denuncia.asp ou www.mte.gov.br).