O ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, disse nesta segunda-feira (6) que a economia brasileira "precisa crescer a taxas maiores como as da China, da Coréia e da Índia". De acordo com ele, "o caminho já está dado por esses países" e tem um componente fundamental na inovação. Rezende afirmou que a economia está com os fundamentos sólidos. Comentou que existe hoje a "situação impensada" há alguns anos de que "a reserva em dólar dá para cobrir toda a dívida externa pública".

Falando em discurso na posse do ex-presidente da Eletrobrás, Luiz Pinguelli Rosa, na diretoria da Coordenação de Pós-graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe), Rezende disse que a universidade precisa estimular os jovens pesquisadores que possuem um projeto inovador com potencial de mercado a seguirem o caminho dos negócios. "Precisamos ter um novo perfil empresarial no Brasil", disse. Ele explicou que o novo perfil buscado é de jovens empresários que baseiem seus negócios em inovação.