O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou hoje que a Petrobras e a portuguesa Galp estão mantendo conversas para uma eventual associação entre as duas empresas.

A Agência Estado noticiou que a Petrobras poderia até vir a comprar uma participação acionária na Galp – ações hoje detidas pela italiana Eni – para no futuro vender diesel na Europa por meio da empresa portuguesa. “Participei dessas conversas, de algum modo. Por enquanto, é apenas conversa”, disse o ministro.

Com relação à possibilidade de a Petrobras comprar uma fatia da Galp, Lobão confirmou que essa possibilidade existe e, segundo ele, são os portugueses que querem vender parte da empresa para a Petrobras.

“Eles querem vender”, disse o ministro, ao chegar ao Palácio do Itamaraty, onde participará da cerimônia de assinatura dos convênios entre a União e as cidades que sediarão jogos da Copa do Mundo de 2014.

Questionado sobre as negociações conduzidas por Petrobras e Braskem para a aquisição da petroquímica Quattor, o ministro afirmou que não está participando dessas conversas. “A Petrobras está dirigindo diretamente esses entendimentos”, disse.