O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz, aprovou com ressalvas as mudanças feitas pelo governo federal no edital de licitação dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília. Essas ressalvas, no entanto, não impedem a realização do leilão, marcado para o dia 6 deste mês.

“Nenhum desses pontos justifica medidas acautelatórias”, afirmou o ministro ao destacar mudanças que possam ser adotadas em futuras licitações. “Voto para que o Tribunal aprove o acórdão com ressalvas, expedindo recomendações à Agência Nacional de Aviação Civil e ao Conselho Nacional de Desestatização.” Cedraz afirmou ainda que este “não é o modelo ideal, mas é o modelo possível”, dada a urgência do processo.