O ministro das Comunicações, Juarez Quadros, divulgou hoje (27) nota afirmando que a WorldCom e a Embratel são empresas com organizações distintas e mantêm estruturas igualmente distintas. ?Diante disso, não há razões para especulações em relação a possíveis fraudes envolvendo a empresa controlada pela WorldCom no Brasil?, afirma a nota.

O ministério relata também que o presidente da Embratel, Jorge Luís Rodrigues, informou que a empresa não possui operações custeadas por sua controladora WorldCom. Segundo a nota, a Embratel garantiu que os ativos da empresas no Brasil ?têm boa saúde financeira?. O ministro finaliza a nota dizendo que continuará acompanhando o desenrolar dos fatos.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) não voltou a se manifestar sobre o caso. Até agora, limitou-se a divulgar nota na noite de ontem, informando que está acompanhando de perto o caso da WorldCom, em Washington.