De cada mil cheques compensados em agosto, no Estado do Paraná, 49 foram devolvidos por falta de fundos, de acordo com levantamento realizado pela CheckOK, empresa nacional de verificação eletrônica de crédito. Esse total é 26,4% maior do que o registrado em agosto de 2002, quando foram devolvidos 39 cheques em cada mil compensados. Já em relação a julho deste ano, o índice de inadimplência caiu 4,1%, com 51 devoluções para cada mil cheques depositados.

No País, o número de cheques devolvidos por falta de fundos aumentou 20% no mês passado, na comparação com agosto de 2002, de acordo com o levantamento da CheckOK. Dos 175,2 milhões de documentos compensados em agosto deste ano, 9,1 milhões eram frios, ou seja, 52 em cada mil não tinham fundos. No mesmo mês de 2002, foram devolvidos 43 cheques em cada mil compensados. A boa notícia é que, na comparação com julho deste ano, quando 55 cheques em cada mil eram “frios”, a inadimplência caiu 5,8%.

A alta da inadimplência, em agosto, foi registrada em 25 Estados e no Distrito Federal. Somente o Estado de Pernambuco registrou queda (-2,1%) e o campeão foi a Paraíba, com alta de 112,4%.

Em São Paulo, Estado com maior volume de cheques compensados pouco menos de 69 milhões, que representa quase 40% do total de 175,2 milhões de cheques trocados em todo o País , de cada mil cheques compensados em agosto 48 foram devolvidos por falta de fundos. Esse total é 18,5% maior do que o registrado em agosto de 2002, quando foram devolvidos 41 cheques em cada mil compensados. Em relação a julho deste ano, com 52 devoluções para cada mil cheques depositados, houve queda da inadimplência (6,7%).

O levantamento realizado pela CheckOK tem como base o número de cheques devolvidos pela primeira e pela segunda vezes.