Um grupo com cerca de 15 empresários do setor do comércio varejista buscou nesta terça-feira, 17, apoio do vice-presidente da República, Michel Temer, e do ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, para iniciar uma relação “mais próxima do comércio com o governo federal”, afirmou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o empresário Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), uma das 14 entidades empresariais presentes nas reuniões com as autoridades, hoje, em Brasília.

“Nós manifestamos compreensão para as medidas de ajuste fiscal do governo e eles mostraram muito interesse em melhorar essa interlocução conosco, reconhecendo a importância do comércio varejista para o emprego formal no Brasil”, disse Terra.

Os empresários entregaram um estudo com um “Raio X” do setor, apresentando o tamanho dos investimentos combinados das empresas, o número de empregos formais e o ritmo econômico nos últimos anos. Do estudo e das reuniões com Temer e Afif participaram líderes da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), Associação Nacional de Restaurantes (ANR), Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), Associação de Lojistas de Shoppings (Alshop), Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), Associação Paulista de Supermercados (APAS), Associação Brasileira de Atacados de Autosserviço (Abaas), Associação Brasileira de Relações Empresa Cliente (Abrarec), Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).