O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, acusou hoje (27) o setor empresarial de obstruir a reforma tributária. ?Os empresários não estão preparados ou não querem a reforma tributária?, disse, ao comentar a retirada da pauta de votação da Câmara dos Deputados do projeto de lei que acaba com a cumulatividade do Programa de Integração Social (PIS) na cadeia produtiva.

Segundo o ministro, o setor agroindustrial, principalmente os de carne e soja, está se opondo à nova lei. ?Querer ganhar sempre é a inviabilidade da reforma tributária?  disse. Amaral disse que chamará o setor para negociar, mas afirmou que o governo não aceitará nenhuma proposta que reduza a arrecadação federal. ?O governo precisa cumprir os objetivos de meta fiscal e manter o nível de arrecadação, mas a reforma tributária pode introduzir elementos de racionalidade?, argumentou.