O Departamento de Turismo da Companhia de Desenvolvimento de Curitiba (CIC), realiza hoje, a partir das 13h, no Salão de Atos do Parque Barigüi, o evento “Curitiba Turismo Construindo um novo Rumo”, que vai reunir os diversos segmentos ligados ao setor turístico da cidade, no Salão de Atos do Parque Barigüi, a partir das 16h. Dois consultores foram convidados para proferir palestras: Mário Petrocchini de Oliveira, que vai falar sobre “Turismo, Planejamento e Gestão”, e Giovanni Foragi, que abordará o tema “Cluster Turístico de Curitiba”. O prefeito Cassio Taniguichi falará no encerramento do encontro.

Estão sendo esperados cerca de 400 participantes e, segundo o diretor de turismo da CIC, Antonio Azevedo, o evento será o ponto de partida para o estabelecimento de uma nova política para o setor. A idéia é, a partir do próximo ano, iniciar um trabalho mais integrado entre as diversas áreas envolvidas na questão do turismo na cidade, incluindo setor público, iniciativa privada, terceiro setor, universidades e instituições de pesquisa e treinamento.

De acordo com Azevedo, o turismo em Curitiba apresentou um crescimento acima da média nacional no período 2000/2001, com um aumento de 34,62% no fluxo de visitantes (passou de 1,053 mil para 1, 418 mil turistas/ano) e deve crescer de novo este ano.

“O turismo, especialmente o segmento chamado de negócios, é uma área em expansão na cidade e com a infra-estrutura e o potencial de Curitiba, tem tudo para se expandir ainda mais nos próximos anos”, explica Azevedo.

Segundo ele, a nova política que está sendo idealizada para o setor prevê a utilização do conceito de “cluster” uma nova tendência da administração que prega a integração de empresas e instituições que estão ligados no mesmo ramo de negócio, incluindo o setor público, universidades, associações e entidades do terceiro setor, fornecedores e organizações de treinamento, informações, pesquisa e apoio técnico.

O princípio está sendo aplicado em trabalhos na área de turismo nos estados da Bahia e do Amazonas. De acordo com Azevedo, Curitiba será a primeira cidade do país a aderir a esta sistemática.