A economia espanhola vem superando expectativas e deve crescer 2,9% este ano, acima dos 2,4% previstos inicialmente, afirmou esta segunda-feira o primeiro-ministro Mariano Rajoy.

Segundo as novas estimativas, o país também deve gerar mais de meio milhão de postos de trabalho até o final do ano.

Rajoy, que assumiu o governo durante a recessão, disse que a recuperação da economia é resultado das duras medidas implementadas por sua administração, como o corte de gastos públicos.

“A sociedade espanhola tem mostrado que, com boas políticas, é capaz de atingir objetivos que pareciam inalcançáveis e consertar problemas que pareciam sem solução”, disse o primeiro-ministro.

O primeiro-ministro também usou apresentação das novas estimativas para criticar as propostas feitos por partidos de esquerda, como o Podemos. Para ele, o país pode criar até dois milhões de vagas até o fim da década se evitar uma recaída para governos populistas que pregam mais participação do Estado.

A Espanha enfrenta eleições regionais no próximo mês, e deve convocar eleições gerais no final do ano. Rajoy tentará usar a recuperação da economia para apagar os escândalos de corrupção que recaíram sobre seu partido nos últimos anos. Fonte: Dow Jones Newswires.