A Previdência Social dos Estados Unidos começou a avisar alguns beneficiários que seus pagamentos podem ser atrasados se o Congresso não chegar a um acordo para elevar o limite legal de endividamento do governo. Segundo noticiado pelo Wall Street Journal, pessoas que têm ligado para a Previdência Social para saber se seus benefícios serão afetados pela atual paralisação do governo estão sendo alertadas sobre o possível atraso.

Se o Congresso não elevar o teto da divida até 17 de outubro, o governo terá pouco espaço de manobra para pagar o serviço de sua dívida e continuar arcando com outros gastos, como os pagamentos da Previdência Social. Segundo uma fonte da Previdência, alguns beneficiários começaram a ser alertados para a possibilidade de atraso no pagamento após a agência consultar fontes do Tesouro. Os EUA têm cerca de 46 milhões de beneficiários da Previdência. Fonte: Dow Jones Newswires.