As varejistas dos Estados Unidos registraram um resultado bem abaixo do esperado em setembro, com as vendas pressionadas pelos fortes descontos, em meio ao fim da temporada de volta às aulas. As nove varejistas acompanhadas pela Thomson Reuters tiveram um crescimento de apenas 0,4% nas vendas no conceito mesmas lojas no mês passado, quando os analistas esperavam alta de 3,1%. Em setembro do ano passado o aumento havia sido de 5,5%.

A varejista de vestuário voltada para o publico jovem Buckle teve queda de 4,5% nas vendas em setembro, quando analistas esperavam ganho de 1,2%. Já a GAP registrou retração de 3%, sendo que a expectativa era de aumento de 1,6%. Para Ken Perkins, da consultoria Retail Metrics, a temporada de volta às aulas foi “sem brilho”. Segundo ele, a confiança do consumidor foi afetada, em parte, pela paralisação parcial do governo federal. Fonte: Dow Jones Newswires.