O Paraná acumulou nos primeiros 11 meses desse ano exportações de US$ 14,267 bilhões, com alta de 25,36% sobre o mesmo período de 2007. As importações paranaenses somaram US$ 13,535 bilhões, com crescimento de 67,27%. Com isso, o saldo da balança comercial do Paraná neste período foi de US$ 732 milhões. Os números são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Segundo o secretário estadual da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira Filho, os principais produtos exportados pelo Paraná, de janeiro a novembro deste ano, foram grãos de soja, bagaços, óleo de soja, carnes, automóveis, açúcar de cana e milho. Entre os produtos importados estão os automóveis, cloretos de potássio, uréia, acessórios para carrocerias e hidrogênio.

O Paraná exportou para os países do Mercosul, entre janeiro e novembro deste ano, US$ 2,149 bilhões, representando uma alta de 42,37% em comparação com o mesmo período do ano passado. Já as importações estaduais cresceram 41,82%, para US$ 1,530 bilhão. O saldo é favorável para o Paraná em US$ 618 milhões.

Os produtos exportados pelo Paraná para os países do Mercado Comum do Sul que mais se destacaram são automóveis, máquinas e aparelhos para colheita, adubos, fertilizantes, motores e acessórios para carroceria. De acordo com o secretário estadual, o setor automotivo representa o principal produto exportado pelo Estado aos países vizinhos. “Os automóveis têm participação de 14,58% na pauta de produtos vendidos pelo Paraná. Estamos vendo produtos com alto valor agregado, uma meta já consolidada pelo Governo do Estado”, disse. Entre os principais produtos importados do Mercosul estão automóveis, trigo, caixas de marchas, milho, farinha de trigo e azeitonas.

O Paraná aumentou suas exportações e importações de todos os países do bloco, no comparativo de janeiro a novembro. As vendas para o Paraguai passaram de US$ 269 milhões nos primeiros 11 meses do ano passado para US$ 479 milhões no mesmo período deste ano, representando uma alta de 77,61%. Para a Argentina, o Paraná aumentou suas vendas em 38,86%, atingindo a marca de US$ 1,270 bilhão em 11 meses. Já com o Uruguai, alta de 46,15% nas exportações paranaenses (US$ 199 milhões).