O número de falências decretadas no País em fevereiro deste ano aumentou 39,6% na comparação com igual mês do ano passado, informou a Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). No acumulado deste ano até fevereiro na comparação com igual período de 2012, o aumento foi de 27,8%. Só em fevereiro, ante janeiro, a alta no número de falências decretadas chegou a 6,3%.

“Em 2013, as empresas continuam sofrendo os efeitos da desaceleração da economia, do aumento da inadimplência de pessoas físicas e jurídicas e da maior seletividade no nível de concessão de crédito pelos agentes financeiros”, informaram os economistas da instituição, em nota distribuída à imprensa.

Apesar do aumento das falências decretadas em todas as bases de comparação, o número de pedidos de falência em fevereiro recuou 9,5%, tanto na comparação com janeiro como ante o fevereiro de 2012. No acumulado dos dois primeiros meses do ano, contudo, a variação sobre o mesmo período de 2012 é positiva, de 9,2%.

De acordo com a Boa Vista, o mês de fevereiro “aliviou o crescimento observado nos números de insolvência do mês de janeiro, mas o acumulado do ano ainda apresenta crescimento em todos os indicadores analisados”.

Os pedidos de recuperação judicial também subiram em todas as bases de comparação: 10,1% no acumulado do ano e 78,7% na comparação com fevereiro do ano passado. Ante janeiro, a expansão também foi de 78,7%. Os deferimentos de recuperação judicial também cresceram: 75,3% no acumulado do ano, 72,2% ante fevereiro de 2012 e 20,8% sobre janeiro.