São Paulo (AE) – O faturamento das empresas de autopeças de janeiro a maio aumentou 9,9% em relação ao mesmo período em 2004, informou o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças). Em maio, a receita foi 10,9% maior que a de igual mês de 2004. Os números nominais não foram divulgados. O crescimento acumulado até maio ficou um pouco abaixo da previsão para o ano.

A indústria de autopeças estima obter em 2005 um faturamento bruto de US$ 18,6 bilhões, com aumento de 12,7% sobre os US$ 16 5 bilhões registrados em 2004. O número de empregados pelo setor em maio somou 195,4 mil pessoas, um aumento de 0,6% ante os 194, 2 mil empregados em abril. Os dados são resultado de pesquisa feita mensalmente pelo Sindipeças com 52 companhias associadas, que representam 35% do faturamento da indústria.

As exportações de autopeças de janeiro a abril somaram US$ 2,260 bilhões e foram 34% superiores às de igual período em 2004, segundo o governo federal – os dados de maio ainda não estão disponíveis. As importações de autopeças cresceram 33% no quadrimestre, na comparação com o mesmo período em 2004, somando US$ 2,236 bilhões.

O setor registrou superávit de US$ 24 milhões na balança comercial até abril, um resultado bem superior ao superávit de US$ 1 milhão de janeiro a abril do ano anterior.