As vendas de veículos no mercado brasileiro somaram 285.406 unidades no mês de julho, o que representa um decréscimo de 4,92% ante junho e de 0,97% ante o mesmo mês de 2008, segundo dados divulgados hoje pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Entretanto, no acumulado do ano foram comercializados 1.735.262 veículos, um avanço de 2,34% ante o período entre janeiro e julho de 2008. Os dados incluem automóveis comerciais leves, caminhões e ônibus. A queda verificada em julho é atribuída pelo setor ao fato de muitos consumidores terem antecipado suas compras em junho, quando terminaria o prazo de vigência da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que foi postergado.

Considerando apenas automóveis e comerciais leves, as vendas de 273.621 unidades exibiram um recuo de 5,58% entre junho e julho. Ante julho de 2008, porém, vê-se uma elevação de 0,24%. De janeiro a julho, esse segmento vendeu 1.667.245 unidades, o que traduz um avanço de 3,48% ante período correspondente de 2008. Já a comercialização de caminhões e ônibus, com 11.785 unidades, subiu 13,51% no mês, mas recuou 22,73% em relação a julho do ano passado. As vendas acumuladas no ano foram de 68.017 caminhões, número 19,50% menor que os registrados nos primeiros sete meses de 2008.

Segundo a Fenabrave, em julho foram vendidas 143.720 motocicletas, com alta de 6,96% na comparação com junho e uma baixa de 27,66% ante julho de 2008. De janeiro a julho foram vendidas 909.454 motos, com declínio de 20,90% ante igual período de 2008. Já as vendas de implementos rodoviários somaram 3.523 unidades em julho, o que indica um elevação de 5,73% ante junho e baixa de 29,58% ante julho do ano passado.

Tendo como base o desempenho de todos os segmentos analisados pela Fenabrave, o setor automotivo vendeu 437.626 unidades em julho, número 0,97% inferior ao de junho, embora 12% maior que o de julho de 2008. No acumulado do ano, as vendas totais somaram 2.694.916 unidades, volume 7,26% inferior ao de intervalo correspondente do ano passado.