Do total de cheques compensados em todo o País no mês de fevereiro, foi devolvido 1,90%, informou a Serasa Experian. O porcentual é inferior ao resultado de janeiro (2,02%) e também ao apresentado em fevereiro de 2012 (2,00%). No acumulado de janeiro e fevereiro deste ano, as devoluções responderam por 1,96% do total. No mesmo período do ano passado, chegaram a 1,97%.

“O segundo recuo mensal consecutivo na devolução de cheques por falta de fundos, em fevereiro, está acompanhando de perto a trajetória de queda da inadimplência total”, avaliaram os economistas da instituição em nota. “Com a melhoria gradual nas finanças do consumidor, fundamentada no baixo desemprego, na evolução da renda e nas renegociações de dívidas, a regularização dos cheques sem fundos, consequentemente, também fica beneficiada”, apontam.

Nos dois primeiros meses do ano, Roraima foi o Estado com o maior porcentual de cheques sem fundos (13,03%), enquanto São Paulo foi aquele com o menor porcentual (1,42%). A região Norte foi a que registrou o maior porcentual de devolução de cheques (4,14%). Na outra ponta, está a região Sudeste, com o menor índice (1,54%).