A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou desaceleração da alta de preços, início de deflação ou queda mais intensa nas taxas em três das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) na quadrissemana encerrada em 15 de julho, em relação à anterior. Foi o caso de Belo Horizonte (de 0,21% para 0,11%), Recife (de 0,06% para -0,31%) e Rio de Janeiro (de -0,03% para -0,17%).

Segundo a FGV, nas outras quatro cidades houve aceleração da alta de preços ou deflação menor. Foi o que ocorreu em Porto Alegre (-0,07% para -0,02%), São Paulo (-0,24% para -0,23%), Salvador (0,10% para 0,16%) e Brasília (0,26% para 0,35%).

No fim da semana passada, a FGV divulgou o IPC-S geral, que indicou deflação de 0,13% na quadrissemana encerrada em 15 de julho, ante deflação de 0,08% na quadrissemana anterior.