O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou deflação de 0,14% na quadrissemana encerrada em 22 de julho, ante deflação de 0,13% na quadrissemana encerrada em 15 de julho. A informação foi divulgada hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pelo indicador.

Três das sete classes de despesa que compõem o IPC-S registraram deflação ou desaceleração da alta em suas taxas de variação de preços de uma prévia para outra. É o caso de Vestuário (de 0,03% para -0,51%), Educação, Leitura e Recreação (de 0,05% para -0,07%) e Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,55% para 0,54%). Moveram-se em sentido contrário os grupos de Transportes (de -0,15% para -0,04%), Despesas Diversas (de 0,74% para 0,84%), Alimentação (de -0,96% para -0,94%) e Habitação (de 0,22% para 0,24%).