Seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) registraram acréscimos em suas taxas de variação no Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) na quadrissemana encerrada em 7 de julho, em relação ao IPC-S anterior, de até 30 de junho. Houve desaceleração no índice, de uma semana para outra, apenas em Salvador (0,10% na quadrissemana encerrada em 7 de julho ante 0,26% na semana anterior).

Nas demais capitais, os resultados mostraram ou aceleração, deflação menos intensa ou fim da deflação: Belo Horizonte (de 0,15% para 0,21%), Brasília (de 0,24% para 0,26%), Porto Alegre (de -0,19% para -0,07%), Recife (de -0,38% para 0,06%), Rio de Janeiro (de -0,09% para -0,03%) e São Paulo (de -0,48% para -0,24%).