O nível de emprego da indústria paulista subiu 0,41% em outubro ante setembro, na série sem ajuste, de acordo com informações divulgadas hoje pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O resultado representa a criação de 9 mil vagas no mês.

Com o ajuste sazonal, a elevação no período atingiu 0,28%, que é a maior marca em 18 meses. De janeiro a outubro de 2009, o patamar de empregos caiu 1,49%. Em outubro, houve queda de 7,61% em relação ao mesmo mês do ano passado. Dos 22 setores pesquisados, 16 contrataram no mês, quatro demitiram e dois permaneceram estáveis.

Nível de confiança

Já a confiança dos dirigentes das indústrias paulistas atingiu a marca de 56,3 pontos na primeira quinzena de novembro, segundo informou hoje a Fiesp. Na segunda quinzena de outubro, o indicador Sensor da entidade registrou o patamar de 58,3 pontos.

O levantamento é feito desde junho de 2006. Dos cinco componentes do Sensor, o item Mercado atingiu 65 pontos na primeira quinzena de novembro, ante 65,5 pontos apurados na segunda quinzena de outubro. No mesmo período de análise, o tópico Vendas registrou 56,5 pontos, marca inferior aos 59,6 pontos apurada na quinzena anterior. Emprego atingiu 56 pontos, um pouco abaixo dos 56,8 pontos contabilizados nos últimos 15 dias do mês passado. Estoque ficou praticamente estável, pois registrou 49,5 pontos ante 49,7 pontos da quinzena anterior. Já o item Investimento registrou 54,6 pontos, abaixo dos 58,5 pontos das duas últimas semanas de outubro.

Na pesquisa, o patamar de 50 pontos sinaliza estabilidade. Resultados inferiores a essa marca sugerem pessimismo dos empresários, enquanto uma pontuação superior indica otimismo.