O fluxo cambial voltou a ficar positivo em março, após três meses seguidos de saída de recursos do Brasil. A entrada de dólares superou a saída em US$ 391 milhões entre os dias 1º e 28 de março, segundo o Banco Central. As operações financeiras responderam por uma saída líquida de US$ 1,627 bilhão, diferença entre entradas de US$ 32,594 bilhões e saídas de US$ 34,221 bilhões. No comércio exterior, o saldo foi positivo em US$ 2,091 bilhões, com importações de US$ 17,410 bilhões e exportações de US$ 19,428 bilhões, o que inclui US$ 3,833 bilhões em ACC e US$ 4,206 bilhões em PA.

No acumulado de 2013 até o dia 28 de março, a saída de dólares do País superou a entrada em US$ 2,100 bilhões. As operações financeiras responderam por uma saída líquida de US$ 53 milhões no período. No comércio exterior, o saldo está negativo em US$ 2,047 bilhões. No mesmo período de 2012, o fluxo estava positivo em US$ 18,728 bilhões, com entrada líquida de US$ 8,795 bilhões no financeiro e de US$ 9,933 bilhões no comercial.

Na semana entre os dias 25 e 28 de março, a entrada de dólares no País superou a saída em US$ 127 milhões. As operações financeiras responderam por uma saída líquida de US$ 539 milhões na semana passada, diferença entre entradas de US$ 9,289 bilhões e saídas de US$ 9,827 bilhões. No comércio exterior, por outro lado, o saldo foi positivo em US$ 665 milhões, com exportações de US$ 4,832 bilhões e importações de US$ 4,167 bilhões.