O fluxo cambial ficou negativo em US$ 1,856 bilhão no mês de fevereiro, informou o Banco Central, nesta quinta-feira, 6, resultado de saídas de US$ 2,129 bilhões do segmento comercial e entradas de US$ 272 milhões da área financeira. Dentro do segmento financeiro, foram registradas compras de US$ 34,165 bilhões e vendas de US$ 33,892 bilhões. Na área comercial, as importações somaram no mês US$ 17,794 bilhões e as exportações, US$ 15,665 bilhões.

Dentro das vendas externas estão US$ 3,417 bilhões de Adiantamento de Contrato de Crédito (ACC), US$ 4,604 bilhões de Pagamento Antecipado (PA) e US$ 7,645 bilhões de demais operações. No acumulado do ano até fevereiro o fluxo está negativo em US$ 246 milhões, sendo positivo em US$ 291 milhões no financeiro e negativo em US$ 537 milhões no comercial. No mesmo período de 2013, o fluxo total estava negativo em US$ 2,491 bilhões.

Na semana de 24 a 28 de fevereiro o fluxo cambial registrou saldo negativo de US$ 1,950 bilhão, com resultado negativo de US$ 1,755 bilhão da área financeira e saldo negativo de US$ 195 milhões do segmento comercial. Na área financeira, as compras nessa semana somaram US$ 9,674 bilhões e as vendas, US$ 11,429 bilhões.

Já no segmento comercial, as importações somaram US$ 5,655 bilhões e as exportações, US$ 5,460 bilhões. Dentro das vendas externas estão US$ 1,165 bilhão de Adiantamento de Contrato de Crédito (ACC), US$ 2,231 bilhões de Pagamento Antecipado (PA) e US$ 2,063 bilhões de demais operações.

O BC informou que não houve saldo de operações com leilão de linha com recompra em fevereiro, já que não houve liquidações no mês. O único leilão de fevereiro ocorreu no dia 28, para rolagem, e não foi computado nos dados referentes ao mês passado.

Base monetária

A base monetária encerrou fevereiro com retração de 3,3% na comparação com janeiro, pelo conceito da média diária de dias úteis. A base alcançou R$ 227,827 bilhões na média diária no mês passado. A base monetária é a soma do total de papel moeda emitido com as reservas bancárias registradas pelas instituições financeiras. Pelo conceito de saldo no final do período, a base monetária teve expansão de 0,8% ante janeiro e alcançou R$ 224,671 bilhões no fim do mês passado.

Bancos

Os bancos fecharam o mês de fevereiro com posição vendida no mercado de câmbio no valor de US$ 18,597 bilhões, segundo o BC. Este é o sétimo mês consecutivo com posição vendida. Em janeiro, as instituições financeiras estavam vendidas em US$ 16,593 bilhões. No jargão do mercado financeiro, estar “comprado” significa aposta de que as cotações do dólar podem subir. Ao ter a moeda em caixa, é possível lucrar com uma eventual alta das cotações. Estar “vendido” neste mercado, por outro lado, representa expectativa de queda do preço da moeda.