O Brasil voltou a perder dólares na semana passada. Dados divulgados há pouco pelo Banco Central mostram que, após a forte entrada de recursos no início do mês, houve fluxo negativo entre os dias 23 e 27 de janeiro, a quarta semana do mês. Nesse período, US$ 153 milhões deixaram o País. O movimento financeiro, porém, segue forte e US$ 1,208 bilhão ingressou no Brasil na semana passada por essa via.

A saída de dólares observada na semana passada se contrapõe à forte entrada de US$ 6,654 bilhões no acumulado das três primeiras semanas do mês. Com o movimento negativo da semana passada, o fluxo cambial do mês registra, até o dia 27, ingresso líquido de US$ 6,501 bilhões.

A saída de recursos na semana passada aconteceu exclusivamente pelos pagamentos e transferências para o comércio exterior, já que as operações de câmbio para pagar importações remeteram US$ 5,565 bilhões na semana e superaram a entrada de US$ 4,204 bilhões gerada pelas exportações. No fim da semana, o fluxo cambial terminou negativo em US$ 1,362 bilhão. No mês, porém, o saldo é menor e está positivo em apenas US$ 210 milhões.

Na conta financeira, onde são registradas operações como compra e venda de ações, títulos de renda fixa, empréstimos, remessas de lucros e investimentos produtivos, a semana passada terminou com entrada líquida de US$ 1,208 bilhão, gerado pelo ingresso total de US$ 6,511 bilhões e saída de US$ 5,303 bilhões. O movimento se soma à entrada observada nas semanas anteriores e, no acumulado do mês até o dia 27, o fluxo financeiro já registra ingresso líquido de US$ 6,292 bilhões, o que explica 96,7% de todos os dólares que ingressaram no Brasil em janeiro.