O governo francês está se preparando para elevar impostos e cortar gastos em um total de 6 bilhões de euros para cobrir o amplo déficit nas cotas do sistema de bem-estar social do país, afirmou o jornal Le Parisien, sem citar fontes.

O governo socialista elevará os impostos sobre o tabaco, aumentará uma contribuição paga por companhias farmacêuticas para financiar o treinamento de médicos e implementará impostos mais elevados sobre os vinhos transformados, adoçante aspartame e o energético Red Bull, disse o jornal.

As contas do sistema de bem-estar social da França deverão mostrar um déficit de 14,3 bilhões de euros neste ano, segundo o jornal. Fonte: Dow Jones Newswires.