Depois de quase uma semana parados, os funcionários da Celepar decidiram encerrar a greve nesta quarta-feira (11). A estatal atendeu aos pedidos dos trabalhadores e decidiu devolver auxílios creche e educação, além de outras reivindicações da categoria.

A greve na Celepar aconteceu, segundo trabalhadores, pela falta de diálogo e descumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) por parte da diretoria da empresa.

Os funcionários pediam participação nos lucros, banco de horas e custeio educacional para graduação e pós-graduação, além de equiparação salarial com outras empresas de informática do Estado.