Funcionários da gigante de energia russa Gazprom visitarão a Coreia do Sul para discutir um projeto de gasoduto recentemente acordado entre os líderes da Rússia e da Coreia do Norte, informou a agência de notícias Yonhap, citando autoridades de Seul, capital da Coreia do Sul. Representantes da Gazprom se reunirão com representantes da companhia estatal Korea Gas Corp para discutir detalhes técnicos do projeto.

“Sabemos que os representantes da Gazprom farão a vista nesta semana ou na semana seguinte”, disse uma autoridade do governo sul-coreano à agência Yonhap. “Ouviremos primeiro as explicações dos russos, já que não temos os detalhes das discussões (com os coreanos do norte).”

Durante um raro encontro com o presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, em 24 de agosto, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il, disse que permitiria o trânsito de um gasoduto pelo norte até o capitalista sul. O líder do partido conservador da Coreia do Sul, Hong Joon-Pyo, disse na semana passada que as duas Coreias e a Rússia realizarão negociações trilaterais sobre o projeto em novembro. O gasoduto irá oferecer à Rússia amplo acesso ao crescente mercado de energia sul-coreano e à empobrecida Coreia do Norte a chance de obter milhões de dólares por meio de tarifas pela concessão. As informações são da Dow Jones.