O presidente executivo e do Conselho de Administração da General Motors, Rick Wagoner, irá demitir-se imediatamente, a pedido da Casa Branca, e os novos diretores completarão a maioria do conselho da GM na maior reforma administrativa da montadora americana, confirmou nesta segunda-feira a GM. O presidente e diretor de operações da montadora, Fritz Henderson, vai substituir Wagoner.

As mudanças acontecem algumas horas antes de o presidente Barack Obama revelar esforços adicionais de reestruturação destinados a GM e talvez sua concorrente, a Chrysler. Ambas receberam US$ 17,4 bilhões em empréstimos do governo e solicitaram mais US$ 21,6 bilhões.

O membro do conselho Kresa Kent, ex-presidente e CEO da Northrop Grumman Corporation, foi nomeado presidente interino. Ele disse que o conselho da empresa sabia há algum tempo que a reestruturação traria uma mudança nos acionistas e criaria a necessidade de novos diretores com habilidades adicionais.

Os diretores que serão substituídos não foram identificados, mas a mudança ocorrerá durante a reunião anual da empresa em agosto, em Detroit, disse Kreska em comunicado por escrito. As informações são da Associated Press