O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou hoje que seu governo monitora de perto os movimentos do mercado de câmbio.

“Estamos atentos aos movimentos do câmbio”, disse Abe, que participa do encontro do G-20 em Hangzhou, na China. “Não há mudança em nossa política de agir robustamente em caso de necessidade.”

O iene se valorizou a ponto de ultrapassar o patamar de 100 por dólar no fim de junho, após a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia. O fortalecimento da moeda local ameaça desestabilizar a recuperação econômica japonesa ao prejudicar suas exportações.

Segundo Abe, o presidente do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, irá tomar as medidas necessárias para atingir a meta de inflação de 2,0%. Ele notou, por outro lado, que o BC não deve embarcar na compra de bônus estrangeiros, uma vez que a autoridade monetária não é permitida a agir para influenciar a taxa de câmbio. Fonte: Dow Jones Newswires.