Brasília – Mais de R$ 540 milhões serão liberados pelo Ministério das Cidades até o final deste mês para obras de saneamento básico nos municípios de todo o Brasil. As informações foram dadas ontem pelo ministro Olívio Dutra, durante a posse do novo presidente do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), Lourival Dantas.

“Nós vamos estar liberando contrato de mais de 540 milhões de reais para companhias ou autárquias municipais, ou empresas públicas, estaduais para executarem obras de saneamento básico em diferentes regiões do país, mas principalmente para as populações mais carentes e necessitadas das nossas cidades”, disse o ministro.

De acordo com o Olívio, a prioridade do ministério é atender as famílias com renda de até três salários mínimos. Segundo ele, do total de R$ 5,3 bilhões anunciados pelo governo federal em abril, já foram executados R$ 2,2 bilhões de reais para a construção de moradias e melhorias, como tratamento de água e esgoto. Para o ministro, os recursos do Codefat são importantes para a infra-estrutura urbana, moradia e saneamento.

“Aí, nós temos o BNDES e a própria CEF direcionando esses recursos, e também o Ministério das Cidades como gestor de políticas que quer fazer com que esses recursos do trabalhador resultem em qualificação da vida do próprio trabalhador, com moradia, saneamento básico, valorizando a vida e melhorando os espaços urbanos”, completou o ministro. O presidente em exercício José Alencar, presidiu a cerimônia que contou também com a participação do ministro do Trabalho e Emprego, Jaques Wagner.