No primeiro mês do ano, as contas do governo Central (Tesouro Nacional, INSS e Banco Central) apresentaram um superávit primário robusto de R$ 20,809 bilhões. O valor ficou acima da mediana encontrada pelo AE Projeções, de R$ 19,250 bilhões.

O resultado representou um aumento de R$ 6,6 bilhões em relação ao que foi verificado em janeiro de 2011 – um crescimento de 46,5%. Os dados divulgados hoje pelo Ministério da Fazenda mostram que o Tesouro Nacional teve superávit primário de R$ 23,825 bilhões. Já a Previdência Social apresentou um déficit primário de R$ 3 bilhões, enquanto o BC teve um resultado negativo de R$ 11,4 milhões.

Segundo as informações do Tesouro, o resultado de janeiro mostra um crescimento de 931,4% em relação ao superávit obtido nas contas do governo central em dezembro, que foi de R$ 2,017 bilhões.