O governo da Grécia decidiu ampliar o prazo para que os detentores de títulos sob a legislação estrangeira possam participar da oferta de troca de dívida. Aqueles que não se manifestaram sobre o operação terá até as 17 horas (de Brasília) do dia 23 de março para fazê-lo.

Em comunicado divulgado há pouco, o ministro das Finanças grego, Evangelos Venizelos, advertiu que não haverá outra oportunidade para que esses credores se beneficiem dos termos propostos pelo país.