O governo da Grécia aliviou levemente as restrições sobre transações bancárias no país e pela primeira vez em quase dois meses permitirá que pequenos montantes sejam enviados ao exterior.

As emendas publicadas pelo Ministério de Finanças incluem permitir que cada grego envie até 500 euros (US$ 555) para o exterior por mês e que até 8 mil euros por trimestre sejam enviados para quem estuda fora do país.

Agora os gregos também poderão abrir novas contas bancárias que não terão permissão para saque e poderão ser usadas para pagar empréstimos, contribuições para a seguridade social e impostos.

O governo restringiu as transações bancárias no fim de junho para evitar uma corrida dos depositantes depois de o primeiro-ministro do país, Alexis Tsipras, anunciar um referendo sobre os termos de um acordo de resgate oferecido pelos credores internacionais. Fonte: Associated Press.