Maioria das agências
permaneceu fechada ontem.

A greve nacional dos bancários entra hoje no oitavo dia de paralisação, sendo o sexto em dias úteis. Em Curitiba, o movimento completa uma semana hoje, sem qualquer perspectiva de quando as agências deverão voltar a atender. “Não entramos em greve para continuar na mesma. E agora, vamos ficar até que a proposta seja melhorada”, declarou Marisa Stédile, presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, que participou da reunião frustrada entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e os sindicatos dos bancários na última terça-feira, em São Paulo. Conforme balanço da Confederação Nacional dos Bancários (CNB), cerca de 200 mil bancários de 24 capitais estão parados.

A paralisação, que fechou 396 agências em todo o Paraná ontem – embora algumas tenham reaberto as portas à tarde por conta da ação de interdito proibitório -, tem prejudicado sobretudo os consumidores. Muitos estão com o pagamento de contas em atraso e não sabem ao certo o que devem fazer ou a quem precisam recorrer. No Procon-PR, a orientação é de que os consumidores que não conseguirem fazer transações bancárias por conta da greve apresentem alguma prova – pode ser um extrato bancário constando data e horário – que mostre que eles estiveram na agência bancária. Uma prova testemunhal também serve. Segundo o Procon-PR, o banco não pode cobrar juros pelo atraso e aquele que o fizer estará sujeito a multa. Já a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) avisou que as contas em atraso não terão perdão.

Além dos caixas eletrônicos e da internet, onde é possível fazer uma série de transações bancárias, o consumidor tem ainda a opção de recorrer às casas lotéricas. Segundo o presidente do Sindicato dos Empresários Lotéricos no Paraná, João Miguel Tucatto, o movimento nas casas aumentou cerca de 20% – abaixo do que a categoria previa. “A gente estava preparado para atender quase dez vezes mais”, afirmou Tucatto. Podem ser pagos nas casas lotéricas boletos bancários de todos os bancos no valor de até R$ 300,00 (desde que esteja dentro do vencimento), contas públicas (água, luz, telefone) e contas da Caixa Econômica Federal de até R$ 1 mil, mesmo em atraso. Apenas os Documentos de Arrecadação da Receita Federal (Darfs) e o Imposto de Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) não são recebidos nesses estabelecimentos. Em todo o Paraná, há 639 casas lotéricas.

Não bastasse o inconveniente aos consumidores, ainda poderá haver falta de cédulas nos caixas eletrônicos. Ontem havia informações extra-oficiais de que havia falta de cédulas. A presidente do Sindicato dos Bancários, Marisa Stédile, não confirmou, mas admitiu a possibilidade de faltar a partir de hoje. “Quem faz este trabalho (abastecer os caixas eletrônicos) são funcionários do transporte de valores. Mas tem que ser feito um controle, e isso é tarefa dos bancários”, afirmou.

Além de Curitiba – onde cerca de 200 agências não abriram as portas ontem, mas apenas 157 permaneceram fechadas até o final do dia -, a paralisação atingiu os municípios de Londrina (88 agências), Apucarana (18), Cornélio Procópio (15), Campo Mourão (15), Guarapuava (19), Paranavaí (17), Umuarama (13) e Toledo (11) -conforme balanço da Fetec/CUT – resultando em cerca de 4 mil funcionários parados.

Liminar

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, 2.ª Região, não havia julgado o pedido de dissídio coletivo e liminar impetrado pelo Ministério Público de São Paulo, até o final da tarde de ontem. Segundo a assessoria de imprensa do TRT-SP, apesar de o pedido do MP ser para o Estado de São Paulo, a decisão poderá afetar bancários de todo o País. Na ação, o MP pediu a volta à atividade de pelo menos 70% da categoria. O sindicato disse que defenderia na assembléia a manutenção dos serviços essenciais à população.