O governo da Índia planeja levantar cerca de 150 bilhões de rupias indianas (US$ 2,34 bilhões) no segundo semestre do ano fiscal através da emissão de bônus soberanos atrelados ao preço do ouro, afirmou hoje um funcionário sênior do Ministério de Finanças.

O plano vem após anúncio feito em fevereiro, durante a apresentação do orçamento federal, de um programa de bônus indexado ao ouro, que cria uma oportunidade para investidores em ouro diminuírem suas compras do metal físico.

A forte demanda na Índia, um dos maiores consumidores mundiais de ouro, tem sido fator relevante para o desequilíbrio comercial do país, que impulsionou seu déficit em conta corrente a níveis recordes nos últimos anos e pesou sobre o valor da rupia.

O funcionário do ministério, que não quis se identificar, disse ao Wall Street Journal que a pasta vai buscar a aprovação do gabinete para a emissão soberana no próximo mês e decidir, posteriormente, sobre o momento exato da venda.

Os indianos compram cerca de 300 toneladas de ouro em barras e moedas a cada ano, com o propósito de investimento. No mês passado, o governo anunciou medidas preliminares para a emissão de bônus atrelados ao ouro, com a expectativa de migrar parte dessa demanda por ouro físico para a versão eletrônica. Fonte: Dow Jones Newswires.