De janeiro a abril foram abertas 1.744 novas vagas no setor industrial da capital paranaense. A informação é do Observatório do Trabalho, da Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego de Curitiba, com base nos dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados).

?A Indústria de Transformação emprega aproximadamente 93 mil trabalhadores no município de Curitiba, sendo responsável por 16,45% do total de empregos com carteira assinada (CLT) do município?, explica Raul D´Araujo Santos, Secretário Municipal do Trabalho.

O aumento das vagas representa variação de 1,91% no quadrimestre. Em janeiro foi registrado o aumento de 1.260 vagas (variação de 1,38%), em fevereiro houve queda de 554 postos de trabalho (variação de 0,60%), em março o emprego industrial voltou a crescer e gerou 712 vagas (variação de 0,77%) e no mês de abril foram criados 326 postos de trabalho (variação de 0,35%).

Santos afirma que a boa fase do emprego industrial no município faz de Curitiba a quarta capital brasileira no ranking dos empregos industriais nas cidades com população superior a um milhão. ?Curitiba está em quarto lugar no emprego industrial e em terceiro na avaliação do emprego industrial versos emprego total?, diz o secretário.

Subsetores

No primeiro quadrimestre de 2008 os subsetores que mais geraram empregos no município foram: indústria mecânica (742 vagas); eletro e comunicações (481 vagas) e material de transporte (397 vagas). Os subsetores que menos geraram vagas foram: alimentos e bebidas (- 879 vagas); indústria de calçados (- 2 vagas) e madeira e mobiliário (-44 vagas).