Os empresários industriais estão mais otimistas com relação às exportações nos próximos seis meses. É o que revela Sondagem Industrial, divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo a pesquisa, o indicador que mede as expectativas de exportação cresceu de 53,5 pontos em fevereiro para 54,6 pontos em março.

“Essa melhora nas expectativas reflete a recuperação do mercado internacional. Houve uma queda muito forte por causa da crise, ainda existe a dificuldade com o câmbio, mas já tem recuperação no sentido de mais demanda dos mercados, o comércio mundial já está voltando a se abrir para as empresas”, avalia o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

Com relação à demanda, as expectativas da indústria para os próximos seis meses mantiveram-se praticamente estáveis em março, em 66,1 pontos, ante 66,2 pontos registrados em fevereiro As expectativas para a compra de matérias-primas ficou em 63,2 pontos ante 63,4 pontos de fevereiro.