O Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos subiu pelo segundo mês consecutivo em fevereiro, o que pode amenizar as preocupações com o risco de deflação no país. O PPI subiu 0,1% em fevereiro ante janeiro, informou nesta terça-feira (17) o Departamento de Trabalho norte-americano, abaixo da expectativa dos economistas de alta de 0,4%.

O núcleo do PPI, que exclui as variações de preços de alimentos e energia, avançou 0,2% em fevereiro ante janeiro, contra expectativa de alta de 0,1%.

Em base anual, o PPI caiu 1,3% em fevereiro deste ano ante fevereiro do ano passado, a maior queda nessa base de comparação desde setembro de 2002. Na mesma base de comparação, o núcleo do PPI subiu 4% em fevereiro.

Os preços de energia no atacado dos Estados Unidos avançaram 1,3% em fevereiro ante janeiro, puxados pelo aumento de 8,7% nos preços de gasolina no período. Os preços de alimentos, por sua vez, caíram 1,6%, no maior declínio em dois anos. As informações são da Dow Jones.