A inflação de maio medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,47%, segundo informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo levantamento de preços. Em abril, a inflação pelo IPCA havia sido de 0,77%. Com o resultado, o IPCA acumula alta de 3,71% no ano e de 6,55% nos 12 meses encerrados em maio, acima do centro da meta de inflação do governo para este ano, de 4,5%.

O IPCA engloba a variação de preços para famílias com rendimentos mensais de 1 a 40 salários mínimos, residentes nas principais áreas urbanas do País. O indicador também é o índice oficial utilizado pelo Banco Central (BC) para cumprir o regime de metas de inflação, determinado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). O centro da meta de inflação para 2011 foi estabelecido em 4,5%, com margem de tolerância de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo.

INPC

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que apura a inflação para famílias com rendimento mensal de 1 a 6 salários mínimos, foi de 0,57% em maio. No ano, o INPC acumula alta de 3,48% e, em 12 meses, aumento de 6,44%. O INPC é utilizado em geral para os reajustes salariais.